You are currently browsing the tag archive for the ‘sumiê’ tag.

Este final de semana trabalhei como voluntária fritando “tempurás” para udon na barraca “Osaka”, no Festival do Japão. Apesar do cansaço, valeu à pena! Sábado, consegui dar uns rolês e visitar as exposições de ikebana, reciclagem com garrafas pet, origami e kirigami (dobraduras de papel) e acompanhar ao vivo, artistas pintando sumiê (pintura japonesa).

shudo

O Sumiê possui como principal característica a rapidez. O artista não desenha a lápis primeiro, para pintar depois. Ele segue sua inspiração espontânea. Não existe a possibilidade de nenhuma correção ou repetição, o traço deve ser único e se existir algum erro, a obra é perdida.

A pintura ocidental usa a cor para criar sombras, luz e perspectiva. O sumiê tradicional, por outro lado, usa unicamente tinta preta. Na pintura oriental, a tinta preta é a mais alta simplificação de cor. O melhor é que as pinturas em sumiê estavam sendo vendidas pela bagatela de R$ 10,00 cada uma. Uma verdadeira pechincha!

Reciclagem com garrafas pet

DSCN6224

Estas hortênsias foram feitas com garrafas pet. Lindas!

DSCN6223

Estes móbiles também foram feitos com garrafas pet. As fotos não ficaram boas, mas posso garantir que o efeito é maravilhoso. De longe e de perto também, ninguém diz que são fundos de garrafas recortadas.

Origami

DSCN6220

DSCN6218

Este Jacaré Açu foi feito com 44.600 origamis. Impressionante!

Existem vários estilos de origamis. Entre eles, existe o tradicional que consiste em utilizar apenas uma folha de papel e com dobragens sucessivas criar uma nova forma, e o origami modular que consiste em utilizar diversas folhas, construindo unidades modulares que depois de encaixadas constituirão a forma final. Este é o caso do Jacaré Açu.

Há também o origami que é utilizado para o desenvolvimento de móbiles, que é o caso dos sonobes (nome dado a cada módulo devido ao seu criador Mitsonobu Sonobe). E nesta técnica, minha amiga Marina Barollo é expert. A Marina é web designer e não tem descendência japonesa, mas muito provavelmente foi japonesa em outra encarnação, porque ela curte mais a cultura que nós que somos descendentes. Além dos origamis e kirigamis, ela assiste os famosos “dramas”, ouve as músicas da BOA, faz toy arts, enfim… ela é japonesa em pele de brasileira! Confira abaixo os sonobes da Marina.

3dstars

floral-globes4

Anúncios